Atenções divididas

O que deveria facilitar a captura das bagagens para quem desembarca no Aeroporto do Recife é visto, de forma geral, como algo negativo. Funcionários de empresas de carga como a Swissport inventam de tirar as malas das esteiras e fazem os cidadãos dividirem atenções entre a plataforma móvel e outros lugares escolhidos para acomodar os volumes, atrapalhando quem está com pressa. Além disso, cuidar é um verbo que não faz parte do trabalho, pois eles lançam com tudo, nem aí para o que pode haver de delicado dentro (!). (Por Filipe Félix)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s