Giro – Nova Zelândia

Esta seção está indo cada vez mais longe. Estamos recebendo dicas de vários lugares do mundo e, desta vez, quem relata é a estudante Rayssa Mesquita. Abaixo, um pouco da experiência dela na Oceania, mais precisamente na Nova Zelândia. (Por Filipe Félix)

“Morei por 6 meses na Nova Zelândia e, apesar de ser relativamente um tempo curto, foi suficiente para me apaixonar pelo país! Como é comum aos intercambistas, morei em uma cidade pequena da ilha norte, chamada Wanganui, de menos de 50 mil habitantes. Aliás, se seu objetivo em um intercâmbio é aprimorar a língua, as cidades pequenas realmente são mais indicadas, já que as chances de cruzar com um brasileiro são menores (eu disse menores e não impossíveis, porque estamos em todos os cantos… em Queenstown, por exemplo, ouve-se português na rua como quem anda pelas ruas do Brasil, e, em Auckland, até baladas brasileiras você acha!).

O país é pequeno e fácil de viajar: você pode escolher entre trens, ônibus e aviões. Assim que cheguei à Auckland e fui embarcar para Wanganui tive que pegar um aviãozinho menor e, juntando isso com todo o nervosismo de primeiro dia de intercâmbio, fiquei receosa com a pequena aeronave ante os fortes ventos (mas isso foi grilo sem causa, já que o voo foi super tranquilo). Por essa razão escolhi viajar mais de carro e de ônibus, o que me possibilitou conhecer mais o país e me maravilhar com todos os recantos encantadores de lá. As paisagens são absolutamente breathtaking!

Na ilha norte fiz algumas viagens: além de Wanganui, onde morei, visitei a capital, Wellington, as praias de Palmerson North e New Plymouth; as cavernas próximas à Te Kuiti (Glow-worm caves), o Tongariro National Park, em Ruapehu, além das cidades de Bulls, Feilding, Taupo e – claro – Auckland. Todas as viagens foram feitas de carro/ônibus com os amigos, as estradas são muito seguras e a viagem não demora muito.

Wanganui, como uma boa cidade de interior, não têm muitas atrações. Há o Whanganui river, o Virginia Lake e um shopping Center, mas nenhuma balada grande – as festas são nas casas das pessoas mesmo. Ali perto Wellington é um must go quando visitando a Nova Zelândia, não apenas porque é a capital do país, mas também porque é linda e tem o Te Papa Museum – que é imperdível! As praias são muito diferentes das brasileiras… em tudo! Mas vale a pena conferir, se você não tiver medo de água gelada. Fazer a Tongariro Crossing para conhecer o Mount Ruapehu requer certa disposição física, mas vale muito a pena. As cavernas Glow-worm caves são imperdíveis! Em Taupo, você pode fazer alguns esportes radicais, grande emblema da Nova Zelândia, além de inscrições e artes Maori nas pedras do rio – impressionantes! Auckland não se parece com nenhuma outra cidade do país: é uma cidade grande e agitada, o que foge do ambiente calmo e acolhedor das demais cidades que visitei. Mas, quando estiver por lá, não deixe de visitar a Sky Tower.

Já na ilha sul, que é mais famosinha, fechei um pacote turístico e fomos às cidades de Kaikoura, Christchurch, Queenstown, Arrowton, Wanaka, Hokitika, à Fox Glacier no Westland National Park e ao Mount Cook, no parque homônimo – obviamente, passando por todas as cidades in between.

A ilha sul é mais turística e tem passeios maravilhosos! Você pode ir observar as baleias em alto mar em Kaikoura, fazer esportes radicais em Queenstown, ir à Fox Glacier (uma geleira que divide cenário com uma floresta!), ir ao Puzziling World em Wanaka (um parque que brinca com a ilusão ótica, muito divertido!).

Se você tiver a oportunidade, vá a um jogo de rugby dos All Blacks, a paixão das pessoas por esse esporte é contagiante. E, mais importantemente, não esqueça de assistir a alguma apresentação Maori, seja do haka ou de outra dança. A cultura maori é simplesmente encantadora!

Muito além de esportes radicais: Aotearoa é, definitivamente, o lugar para você que adora a natureza e conhecer culturas diferentes!”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s