Malandragem com os 10%

A situação para muitos garçons da cidade não anda das melhores. Basta questionar de forma simples sobre o andamento dos 10% equivalentes a taxa de serviço e vários não hesitam em soltar o verbo, alegando que recebem uma fração baixíssima disso ou simplesmente não chegam a colocar a mão no montante. Uns dizem com todas as letrinhas que seus respectivos patrões estão pegando carona e aproveitando o quantitativo para pagar a folha de pagamento da casa. Outro dia, uma atendente de um grande restô de comidas árabes na Zona Norte desabafou afirmando que cliente esperto não deve pagar, pois a máfia é grande e os tumultos são maiores ainda. “Se é pra rolar safadeza na hora da divisão, pague em dinheiro na mão do atendente ou simplesmente não dê para que não tenhamos motivos de arengas”, completou (!). Recado dado. (Por Filipe Félix)

Créditos: divulgação

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s