Um pesar diferente

Mesmo diante de situações um tanto difíceis, algumas pessoas conseguem ter uma visão menos dolorida e até criativa. Foi o caso da artista Anna Schuleit, que entrou em ação em um hospital psiquiátrico prestes a ser demolido. Naquele reduto, onde inúmeras pessoas foram atendidas durante nove décadas, ela propôs uma intervenção com um mar de flores. Bloom representou tudo o que existiu – e tudo o que o lugar precisava: cores, crescimento e delicadeza. (Por Filipe Félix)

Créditos: divulgação

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s